Compartilhe!

Dave Grohl

Ouça “Slackers Password”, demo inédita de Dave Grohl gravada antes do Foo Fighters

Dave Grohl e Barrett Jones ouvindo demos antigas

Temos mais uma canção inédita de Dave Grohl na área!

Depois de liberar a primeira demo de “I’ll Stick Around” e váááárias outras raridades em seu canal, o produtor Barrett Jones acaba de postar uma cena cortada de Sonic Highways (2014) onde, junto com Dave, ouve as músicas “Watered it Down” (já revelada antes) e a inédita “Slackers Password”.

O canal de Jones está cheio de vídeos que mostram ele e Grohl desenterrando músicas de antes do Foo Fighters, e você pode conferir na playlist abaixo!

Por Stephanie Hahne

Este vídeo do Dave Grohl dançando com sua filha no show do Prodigy é o que você precisa ver hoje

Dave e Violet pirando ao som de “Nasty”, do The Prodigy. Screeshot do vídeo por @cwpdotcom/Instagram

Que Dave Grohl é um homem de gosto musical variado a gente sabe, mas você consegue imaginar o cara fritando em um show de música eletrônica? Pois rolou, e ele não estava sozinho!

Durante a passagem do Foo Fighters pelo Secret Solstice Festival, na Islândia, Dave foi flagrado pulando e dançando com a filha mais velha, Violet Maye, de frente para o palco onde o grupo de EDM The Prodigy se apresentava. O vídeo rolou enquanto os caras tocavam “Nasty”, hit do grupo, e a dupla parecia bem animada apesar da chuva. Assista ao fim da matéria!

Vale lembrar que Harper Willow, filha do meio de Grohl, também deu as caras pelo festival. Na metade do show dos Foos por lá, a menina de oito anos subiu ao palco para tocar bateria na cover de “We Will Rock You”, do Queen. Clique aqui para ver os vídeos e setlist da apresentação.

Por Stephanie Hahne

Dave Grohl: “gravaremos o novo álbum do Foo Fighters no estúdio, como uma banda normal”

Dave Grohl no estúdio 606, durante sessão de perguntas do Reddit

As aventuras do Foo Fighters durante as gravações dos últimos trabalhos foram bem interessantes. Em Wasting Light (2011), os caras gravaram em uma garagem e fizeram um documentário; em Sonic Highways (2014), a banda viajou por oito cidades dos EUA (colocando mais um documentário na conta); e o EP Saint Cecilia (2015) foi concebido no lobby de um hotel. Só que agora está na hora de “voltar ao normal”, não é? Pelo menos é isso o que pensa Dave Grohl.

Em entrevista ao jornalista Zane Lowe, pela Radio Beats 1, o frontman da banda comentou sobre qual será o novo conceito abordado pelo grupo no 9° disco de estúdio, já que os Foos estão sempre inovando. Sobre isso, Grohl foi direto: a inovação, neste momento, é ser “uma banda normal”.

Leia trechos da entrevista, transcritos pelo TMDQA!:

Nós falamos sobre isso. Fizemos o último disco [Sonic Highways] em oito cidades diferentes, e basicamente o álbum existiu para contar a história da música nessas oito cidades. Era mais profundo conceitualmente do que só entrar no estúdio e produzir um disco. Aí o álbum que veio antes [Wasting Light] nós fizemos na minha garagem, a gente fez aquele documentário, fui tudo sobre trabalhar com métodos analógicos e coisas assim. E o nosso último EP [Saint Cecilia] nós gravamos no lobby de um hotel em Austin, Texas.

Então agora o nosso pensamento foi, ‘Deus, se formos gravar novamente, de que forma vamos mudar as coisas?’ E para nós, mudar as coisas agora quer dizer entrar no estúdio e fazer um disco como uma banda normal. Esse virou o nosso foco. É tipo, agora nós podemos deixar de lado esses outros aspectos e só compor músicas e gravá-las em um estúdio como deveria ser.

Dave ainda comentou sobre a escolha de produtores nos álbuns da banda — sem revelar o responsável pelo próximo — e compartilhou uma memória interessante. Antes de gravar There Is Nothing Left To Lose (1999), os caras foram atrás de um produtor fodão e ouviram que “não poderiam ser produzidos”. Ao questioná-lo, ele respondeu: “vocês sabem o que estão fazendo, e fazem do seu próprio jeito. Então ninguém vai tentar se meter no meio e mudar isso.” O produtor dos últimos dois trabalhos da banda foi Butch Vig, que também é baterista do Garbage.

Como bons conhecedores da discografia do grupo, é certo dizer que a qualidade de um álbum do Foo Fighters independe do método de gravação. Mas ver esse rumo da banda de volta ao básico é muito interessante e deve render ótimos frutos!

O primeiro single de trabalho é a ótima “Run”, que já tem até clipe (veja abaixo). Até o momento, o nome do nono álbum ou data de lançamento ainda não foram divulgados.

Por Stephanie Hahne

Antes do Foo Fighters: ouça a primeira demo de “I’ll Stick Around”

Dave Grohl em cena excluída de Sonic Highways (2014)

Depois de uma semana emocionante pelo lançamento de “Run”, novo single do Foo Fighters, fomos agraciados com mais coisa inédita… ou quase isso.

Acontece que o canal no YouTube do estúdio Laundry Room, comandando pelo produtor Barrett Jones, mais uma vez publicou cenas cortadas da série Sonic Highways (2014) que mostra versões inéditas de músicas da banda.

Nesta última sexta-feira (02), os caras divulgaram a primeira demo de “I’ll Stick Around”, canção do primeiro álbum do Foo Fighters, que foi exibida por Barrett em um programa de rádio em 1994. A demo foi ao ar apenas semanas depois de Dave Grohl tê-la gravado — e como bem sabemos, tocando todos os instrumentos.

À época a música ainda não tinha nome. Dave conta como ficou nervoso ao ouvi-la pela primeira vez, e Jones ainda comenta que Grohl tentou fazer “uma linha legal no baixo”.

Assista abaixo:

Por Stephanie Hahne

Dave Grohl revela por que Chris Cornell era diferente de outros ícones do grunge

O vocalista do Foo Fighters e ex-baterista do Nirvana, Dave Grohl, falou sobre Chris Cornell em um novo artigo da revista Rolling Stone.

Dave Grohl recorda ter sido golpeado pelo contraste entre o futurismo gritante do Soundgarden e o comportamento reflexivo e suave de Cornell fora dos palcos quando eles se encontraram pela primeira vez, em uma festa na casa do baixista do Nirvana, Krist Novoselic. “Havia muita gente de Seattle lá”, Grohl diz, “e Chris parecia tão quieto e maduro comparado ao resto dos maníacos”.

Grohl se lembra vividamente da primeira vez em que viu o Soundgarden ao vivo – antes de migrar para Seattle, em um clube de Baltimore em 1990. “Era como se todos os nossos sonhos de punk rock e rock clássico se realizassem juntos”, Grohl diz. “Todo mundo, quer fosse em Washington D.C. ou no estado de Washington, via o Soundgarden como essa força da natureza”.

Mais vídeos do funeral de Chris Cornell no cemitério Hollywood Forever surgiram desde sexta-feira.

O vídeo mais recente mostra, no início, Josh Brolin; Jerry Cantrell (Alice in Chains); o líder do Bush, Gavin Rossdale; o líder do Filter, Richard Patrick; e no minuto 1:05 Dave Grohl e Courtney Love aparecem abraçando os colegas de banda de Chris Cornell, Matt Cameron (baterista do Soundgarden) e Tom Morello (guitarrista do Audioslave).

Assista a um vídeo do belo e surreal momento abaixo:

Fonte: AlternativeNation
Tradução: Giovana Moretti