Compartilhe!

Foo Fighters

Chris Shiflett (Foo Fighters) fala sobre a imprevisível nova turnê da banda

Dave Grohl e Chris Shiflett | Foto via Shutterstock

Matéria original via Rolling Stone

Quando o Foo Fighters sobe ao palco em qualquer noite, eles apenas têm uma ideia do que vai acontecer. Dave Grohl fará um setlist, mapeando todos os setlists enormes dos shows para incluir músicas de cada um dos álbuns da banda e algumas covers, mas o guitarrista Chris Shiflett disse que isso funciona apenas pelas primeiras duas horas.

“As coisas mudam muito rápido,” ele diz. “Quando chegamos à parte final, Dave começa a cortar, adicionar e rearranjar algumas canções, ou ele fará as coisas em uma ordem diferente. Você precisa se manter no momento o tempo todo. Você não pode ficar lá em cima pensando, em tipo, o serviço de quarto. Isso te mantém atento,” ele ri.

Quando o Foo Fighters começar a nova turnê Norte Americana para o disco Concrete and Gold (2017) nesta semana, a intenção deles é manter os fãs atentos também. O grupo tem estado em turnê para seu nono álbum de estúdio por quase um ano agora, e eles refinaram o novo material. “Antes do disco ser lançado, quando estávamos tocando em vários festivais, fizemos versões bem cruas das canções,” Shiflett explica. “Nos últimos meses, trouxemos algumas backing vocals para as músicas do álbum que têm vários vocais em camadas. Nunca havíamos feito algo assim antes, e soa muito bem.”

Quando Shiflett conversou com a Rolling Stone após um show no Brasil da turnê atual, ele disse que as canções de Concrete and Gold que ele mais gosta de tocar são “Dirty Water,” na qual ele afirma sentir o impacto das backing vocals, e “The Sky Is a Neighborhood”.

[As músicas] evoluíram um pouco nestes meses nos quais as tocamos ao vivo. Tudo está mais solto e mais alto. Ficou mais pesado, também, algumas partes de esticaram, as pausas são mais longas. Adicionamos umas introduções a elas. Tudo mudou.

A banda também tem adicionado algumas canções aqui e ali no setlist, apenas para ver como elas ficam. “Dave costuma gostar de manter o show redondo, mas tocamos algumas músicas diferentes para ver a reação das pessoas,” Shiflett diz. “Nós colocamos ‘Make It Right’ recentemente, uma que não temos tocado tanto. Temos um quartinho das jams no backstage, onde podemos aquecer e ensaiar algo novo uma ou duas vezes para tirar o pó. Tocamos quatro ou cinco canções por noite, eu acho.”

O guitarrista, que tem usado seu pouco tempo livre para trabalhar em um novo disco solo, diz que o grupo aumentou o valor de sua produção desde a última vez que tocaram nos Estados Unidos. Os membros da banda levaram uma plataforma de bateria tão grande para a turnê da América do Sul, que vários produtores não querem os deixar usá-la. “Taylor [Hawkins] fica nessa gigante plataforma que o leva para o alto, perto das luzes, em um ponto [do show],” diz Shiflett. “É a melhor estrutura que já tivemos.”

Tudo isso se soma ao potencial máximo que a banda apresenta no palco — literalmente dando tudo do Foo Fighters. E, de acordo com o guitarrista, o grupo está em sua melhor fase. “É um longo caminho para chegar a tocar quase três horas toda noite,” Shiflett diz. “Estivemos na estrada pelos últimos oito meses, mais ou menos, e sinto que estamos em boa forma. Estamos testando nossos limites, mas ainda não apagamos. As pessoas devem esperar que o dinheiro que elas pagam vale a pena.”

Tradução: Stephanie Hahne

LEIA TAMBÉM: 10 momentos memoráveis dos shows do Foo Fighters no Brasil

Adolescente que tocou com o Foo Fighters conta sobre experiência ao FFBR

Lucas e a família no Allianz Parque. Foto: Arquivo Pessoal

Quem aí se lembra do jovem que teve a honra de ser chamado ao palco do Foo Fighters para tocar “Under Pressure” na bateria, no dia 28 de fevereiro no Allianz Parque? Nós da equipe Foo Fighters Brasil entrevistamos o Lucas, que aceitou dividir com a gente a experiência que muitos gostariam de ter vivido, e que certamente ficará marcada pelo resto de sua vida.

Lucas Benez é um adolescente que vive em São Paulo com a sua família. Criado num meio musical, foi incentivado a tocar vários instrumentos desde cedo, incluindo a bateria, e formou com amigos a banda autoral Pó de Guaraná. Ele tem um sonho de ver sua carreira musical decolar.

O estudante, que estava prestes a completar 17 anos no dia 28 de fevereiro (dia do segundo show do Foo Fighters), teve uma surpresa enorme após levar um cartaz para a apresentação. No dia, Lucas estava entre os primeiros da fila segurando um cartaz com um pedido para banda. Na mensagem estava escrito, “Let me play Under Pressure on drums for my 17th birthday” (“me deixe tocar Under Pressure na bateria pro me aniversário de 17 anos”, em português). Para a surpresa dele, o cartaz chamou a atenção de Dave Grohl que o convidou ao palco para realizar o sonho.

Segundo o estudante, a ideia veio de um vídeo onde um fã fez o mesmo em um show, e que Dave o atendeu. Foi com essa esperança que Lucas escreveu em letras enormes e muito glitter para chamar a atenção da banda. Dave Grohl pediu ao jovem um solo e Lucas arriscou a introdução de ” Smells Like Teen Spirit” do Nirvana, levando o público à loucura.

Veja o vídeo abaixo!

(A matéria continua após o player)

Um garoto muito simpático e talentoso, e desejamos muito sucesso em sua carreira!

Leia nosso papo com ele:

FFBR: Como foi o seu primeiro contato com o Foo Fighters?

Lucas: A primeira vez que ouvi Foo Fighters foi durante uma aula de inglês em 2012, em que a professora deu a letra de “Best Of You” pra classe e botou a música. Na hora já gostei muito, mas só fui virar fã mesmo da banda no final de 2016, depois de ver o documentário Sonic Highways (2014).

FFBR: Você costuma ir em shows deste porte?

Lucas: Costumo ir em shows desse porte, ano passado fui em todos os dias do São Paulo Trip, no show do Green Day e U2. 

FFBR: Dave escolheu o seu cartaz no meio de tantos outros na plateia. Descreva para nós esse momento!

Lucas: Eu imaginei que ele iria ler o meu cartaz, porque escrevi as letras bem grandes, com glitter e estava bem perto do palco, mas achava pouco provável ele de fato me chamar. No momento que percebi que o Dave tava falando comigo e os meus amigos e o pessoal começou a me empurrar para ir até o palco, a adrenalina subiu muito, fiquei muito empolgado. Nem parecia que o momento era real. Aliás, até hoje ainda não caiu a ficha de que isso aconteceu

FFBR: Além do Foo Fighters, quais são as outras bandas que você se inspira?

Lucas: Além do Foo Fighters, me inspiro muito no AC/DC, Guns N’ Roses e Oasis.

FFBR: Como está sendo essa fama instantânea? As pessoas te reconhecem nas ruas?

Lucas: As que eu mais gosto são as que as pessoas dizem ter se emocionado comigo naquele dia, o que pra mim é a coisa mais importante na música. Na rua ainda ninguém veio falar comigo, mas em uma lanchonete um casal que estava no show me reconheceu e me parabenizou. ​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

Entrevista e texto: Astor Pimenta, Karina Diaz e Stephanne Alves
Revisão: Stephanie Hahne

10 momentos memoráveis dos shows do Foo Fighters no Brasil em 2018

Foto por Stephanie Hahne/Foo Fighters Brasil

Faz pouco mais de uma semana que o Foo Fighters foi embora do Brasil, mas a saudade já está batendo forte.

Tivemos cinco apresentações da banda por aqui — passando pelo Rio de Janeiro, duas vezes em São Paulo, Curitiba e fechando com Porto Alegre –, e dá pra dizer que os caras ainda estão no topo! Acompanhados do Queens Of The Stone Age e Ego Kill Talent, os Foos fizeram quase 3 horas de show e nos deixaram com várias boas lembranças.

E para matar um pouco essa saudade, que tal relembrar alguns dos melhores momentos da turnê Concrete And Gold por aqui? Selecionamos 10 acontecimentos dos shows, com vídeo, para você relembrar essas apresentações incríveis.

Confira!

10. A volta de “Generator” ao setlist

Esta canção do álbum There Is Nothing Left To Lose (1999) não é exatamente injustiçada, mas também é um pouco raro vê-la nos setlists atuais da banda. No Brasil, só ouvimos “Generator” em 2012 no Lollapalooza, e em 2015 em Porto Alegre.

Mas dessa vez quem ama muito a música — como esta que vos escreve — foi agraciado com os Foos tocando ela três vezes: em São Paulo, Curitiba e Porto Alegre!

09. O show “solo” de Taylor Hawkins

A gente já conhece bem a admiração de Dave Grohl por Taylor Hawkins e vice-versa, mas desta vez a coisa foi elevada a outro nível.

Ao fim de “Rope”, o baterista vai às alturas por meio de uma plataforma e, lá de cima, canta e toca “Sunday Rain”, música na qual é protagonista no álbum Concrete and Gold (2017). O momento é incrível!

08. Interação da plateia com os shows

Não tem muito o que falar sobre o público brasileiro, né? Aqui o negócio é emocionante!

Por diversas vezes a plateia encantou o Foo Fighters, e Dave Grohl comentava cada feito muito admirado. Rolou, por exemplo, o nosso flash mob em “Best Of You” com as plaquinhas do OH. Nesta hora, lá no Rio de Janeiro, Grohl agradeceu à galera por “lembrá-los da letra”, pois às vezes eles esquecem. 😛

Rolou também, em várias músicas, a iluminação dos estádios através do flash do celular da galera. Teve na nova “The Sky is a Neighborhood”, “Breakout” e “Big Me”!

07. O coro de “Love Of My Life”, do Queen

Enquanto apresentava a banda, Dave pediu para que Taylor cantasse um trechinho deste hino do Queen.

O que aconteceu foi que, em todas as ocasiões, o público cantou bem alto junto com o baterista e deixou a banda de queixo caído. Segundo Grohl, o Brasil é o único país que canta todas as palavras da canção. Lindo, não?

#FooFighters homenageando o #Queen em Curitiba! ❤

A post shared by Tenho Mais Discos Que Amigos! (@tmdqa) on

06. Pat Smear tocando Ramones

Aaah, como a gente gosta do Pat Smear!

O queridíssimo Chimbinha do Foo Fighters tem protagonizado um momento incrível nos shows da banda. Durante a apresentação dos membros, Pat toca “Blitzkrieg Bop”, do Ramones, e a plateia fica insana berrando os “Hey, ho, let’s go!”.

Que se repita mais e mais!

05. “I’ll Stick Around” no show extra de São Paulo

Taí outra música que raramente tem aparecido nos setlists do Foo Fighters e que os fãs amam.

“I’ll Stick Around” é um single do primeiro disco da banda, homônimo, e foi tocado apenas no show extra de São Paulo. Apesar de não ser tão conhecida pelos fãs mais casuais, quem ama muito os primórdios dos Foos pirou real com a música durante a apresentação. Que toquem mais vezes!

04. Chris Shiflett cantando Alice Cooper

Teve também um momento de destaque para o guitarrista Chris Shiflett!

Mesmo estando bem doente durante esta turnê, o músico se esforçou para se entregar de corpo e alma em todos os shows, e ainda mandou ver com uma cover de “Under My Wheels”, do Alice Cooper.

03. Este mashup muito louco de John Lennon com Van Halen

O mundo entrou em polvorosa com este baita momento que rolou aqui no Brasil pela primeira vez.

Durante a apresentação do sempre ótimo Rami Jaffee, o tecladista começou a tocar “Imagine”, de John Lennon, no piano… até que Dave Grohl cantou a letra de “Jump”, do Van Halen. Sério.

A mistura ficou incrível, é claro, e chamou atenção da mídia internacional assim que caiu na internet. Grohl declarou que está afim de tocar essa versão em todos os shows da banda daqui pra frente. Aprovamos!

02. Mais um pedido de casamento em São Paulo

A mistura de São Paulo com Foo Fighters parece estar marcada por pedidos de casamento. Sim, rolou mais um!

Durante a primeira data da banda na capital paulista, o casal Guilherme e Lígia subiu ao palco para oficializar o noivado com a benção de São Dave Grohl. Lembra que em 2015 aconteceu o mesmo com o Vinícius (ou Vesúvius) e a Mônica?

Que sejam felizes para sempre! ♥

01. Lucas, de 17 anos, mandando ver na bateria

Essa também rolou em São Paulo e nós elegemos como o momento mais legal da turnê!

O Lucas, garoto que estava fazendo 17 anos exatamente no dia do show extra do Foo Fighters, teve a honra de subir no palco para tocar com os caras. O menino assumiu a bateria em “Under Pressure”, cover do Queen, e deixou todo mundo de boca aberta. Manda muito bem!

Relembre:

Confira abaixo algumas fotos da nossa equipe — basta clicar em cada uma para ampliar. A galeria de fotos na íntegra está nos sites de cada fotógrafo: Diego Castanho e Stephanie Hahne.

Ao fim da matéria, você pode escutar uma playlist exclusiva com as músicas que o Foo Fighters tocou na turnê Concrete And Gold no Brasil!

Por Stephanie Hahne

Foo Fighters leva o clipe de “The Sky is a Neighborhood” ao BRITs; assista

Foto: Reprodução/YouTube

Que baita dia para o Foo Fighters. Que baita momento para o rock também!

O BRIT Awards 2018, premiação musical britânica, aconteceu nesta quarta-feira (21) e consagrou a banda de Dave Grohl — que foi esnobada pelo Grammy Awards no mês passado. Além de serem premiados, os caras também subiram ao palco para se apresentar.

O grupo levou o prêmio de Grupo Internacional na cerimônia e agradeceu aos fãs do Reino Unido. Leia um trecho do discurso de Grohl e confira o vídeo ao fim da publicação:

Muito obrigado por este prêmio. Isso significa muito para nós, porque tocamos no Reino Unido pelos últimos 20 e tantos anos, sempre consideramos este lugar como nosso segundo lar. Vocês têm sido a melhor audiência do mundo inteiro todo este tempo. Vocês nos ensinaram como ser uma banda, então muito obrigado pelo prêmio.

Pouco depois, o Foo Fighters voltou ao “palco” para apresentar o single “The Sky is a Neighborhood”, do último álbum Concrete And Gold (2017). Usamos aspas para falar do palco porque, na verdade, a banda tocou em cima de uma casa! O mesmo cenário do clipe da canção foi montado no palco da premiação, e o roteiro da apresentação também foi o mesmo do vídeo. Só faltou a participação das filhas do Dave.

Confira o vídeo abaixo:

Por Stephanie Hahne

 

Serviço Foo Fighters no Brasil: saiba tudo sobre os shows

Foto: Josh Woning/AAP

Pronto, agora não haverão mais dúvidas! Todas as informações sobre a turnê do Foo Fighters no Brasil estão aqui.

Confira abaixo tudo o que você precisa saber sobre os shows da banda com o Queens Of The Stone Age e Ego Kill Talent. As informações gerais — como o que pode ou não levar –, estão após os serviços das cidades.

Prepare-se pois está chegando! Nos vemos lá. ☺

SERVIÇO – FOO FIGHTERS E QUEENS OF THE STONE AGE NO BRASIL

Apresentação: Banco do Brasil
Realização: LIVE NATION
Cerveja oficial: Budweiser
Meio de Pagamento Oficial: Ourocard
Plataforma de Pagamento Digital: Cielo
Fornecedor Oficial: Hospital Sancta Maggiore (shows de São Paulo)

PARA INFORMAÇÕES DE VENDA E BENEFÍCIOS, ACESSE:
BB.COM.BR/OUROCARD
WWW.EVENTIM.COM.BR

RIO DE JANEIRO (RJ)

Data: 25 de fevereiro de 2018 (domingo)
Local: Estádio do Maracanã
Endereço: Av. Pres. Castelo Branco, Maracanã, Rio de Janeiro – RJ, 20271-130
Horário: 16h (abertura dos portões)
Capacidade: 66.265
Ingressos: De R$ 110 a R$ 720 (ver tabela completa e pontos de venda clicando aqui)
Classificação etária: Entre 5 e 15 anos de idade, acompanhados do responsável legal. A partir de 16 anos, permitida a entrada desacompanhados.

ABERTURA DOS PORTÕES: 16H
SHOW EGO KILL TALENT: 18H30M
SHOW QUEENS OF THE STONE AGE: 19H30M
SHOW FOO FIGHTERS: 21H30M

ACESSIBILIDADE

  • Haverá área para portadores de necessidades especiais devidamente sinalizadas;
  • O cliente deverá identificar-se no ato da compra como portador de deficiência;
  • Os espaços terão acessibilidade de acordo com as normas exigidas, com área para portadores de necessidades especiais e acompanhante delimitados com guarda-corpo e banheiro adaptados;
  • Uma equipe de brigadistas estará disponível para acompanhamento ao local e assistência. Caso necessário, cadeiras de roda serão disponibilizadas para traslado. Seguranças controlarão os acessos para garantir o uso adequado.

COMO CHEGAR

  • Portões A, B e C – estação Maracanã (trem e Metrô)
  • Portões D, E e F – estação São Cristóvão (trem e Metrô)
  • Portões C, D e E – estação São Francisco Xavier (Metrô)

Metrô: estações São Cristóvão, Maracanã (Linha 2) ou São Francisco Xavier (Linha 1).

Para chegar ao Maracanã de metrô, pegue a Linha 2. As duas principais estações são Maracanã e São Cristóvão. Também é possível desembarcar na estação São Francisco Xavier (Linha 1).

Vindo da Barra ou da Zona Sul (Ipanema e Copacabana, por exemplo), é preciso pegar as Linhas 4 e 1, respectivamente, e trocar para a Linha 2 em qualquer estação de integração.

Trem: As estações Maracanã e São Cristóvão, integradas à Linha 2 do Metrô, que operam nos ramais de Saracuruna, Belford Roxo, Paracambi, Santa Cruz e Deodoro, são as melhores opções para quem usa os trens da Supervia.

BRT: Transcarioca até o Terminal Alvorada, fazer integração com Linha 2 do Metrô na estação Vicente de Carvalho e seguir até São Cristóvão, Maracanã ou São Francisco Xavier.

Ônibus: como ruas ao redor do estádio estarão fechadas ao tráfego, algumas linhas de ônibus terão o itinerário modificado. Algumas opções de linhas que partem da Zona Norte (249, 457, 363 e 391), da Zona Sul (457, 464, 455, 432 e 435) e do Centro (229, 433, 217, 202, 439 e 436).

Barcas: estação Praça Quinze e seguir até a estação Carioca do Metrô.

Quem descer na estação Maracanã, da Linha 2 do Metrô, fica mais perto dos seguintes portões: A (4 min de caminhada), B (11 min de caminhada), C (13 min de caminha), D (28 min de caminhada) e E/F (31 minutos de caminhada).

A estação São Cristóvão, da Linha 2, é a melhor opção para quem vai entrar pelos portões E/F (9 min de caminhada) e D (11 min de caminhada). Quem tiver ingresso para entrar pelo portão D também pode optar por descer na estação São Francisco Xavier, da Linha 1. O tempo de caminhada estimado até o estádio é de 15 minutos.

O portão A fica na Rua Professor Manoel de Abreu – perto da UERJ; o B e o C, na Rua Professor Eurico Rabelo; o D, na Avenida Maracanã; o E e o F, na Rua Mata Machado. A distância e o tempo de caminhada são os mesmos para quem optar por descer nas estações de trem do Maracanã e de São Cristóvão.

SÃO PAULO (SP)

Data: 27 e 28 (show extra) de fevereiro de 2018 (terça-feira e quarta-feira)
Local: Allianz Parque
Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 1705 – Água Branca, São Paulo – SP, 05001-200
Horário: 16h (abertura dos portões)
Capacidade: 46.152
Ingressos: de R$ 135 a R$ 740 (ver tabela completa e pontos de venda clicando aqui)
Classificação etária: Entre 5 e 15 anos de idade, acompanhados do responsável legal. A partir de 16 anos, permitida a entrada desacompanhados.

ABERTURA DOS PORTÕES: 16H
SHOW EGO KILL TALENT: 18H
SHOW QUEENS OF THE STONE AGE: 19H
SHOW FOO FIGHTERS: 20H50M

ACESSIBILIDADE

  • Haverá área para portadores de necessidades especiais devidamente sinalizadas;
  • O cliente deverá identificar-se no ato da compra como portador de deficiência;
  • Os espaços terão acessibilidade de acordo com as normas exigidas, com área para portadores de necessidades especiais e acompanhante delimitados com guarda-corpo e banheiro adaptados;
  • Uma equipe de brigadistas estará disponível para acompanhamento ao local e assistência. Caso necessário, cadeiras de roda serão disponibilizadas para traslado. Seguranças controlarão os acessos para garantir o uso adequado.

COMO CHEGAR

Metrô: A estação mais próxima ao Allianz Parque é a Palmeiras – Barra Funda que está a 800m (10 minutos de caminhada) da Arena. Nesta estação, além dos diversos ônibus municipais e intermunicipais, há as linhas Rubi e Diamante da CPTM e a linha vermelha do Metro?.

Ônibus: Mais de 50 linhas de ônibus chegam ao Allianz Parque. Selecione o seu ponto de partida e veja qual linha usar no site da SPTRANS: www.sptrans.com.br

Carro/Táxi: Por se localizar em uma zona central da cidade de São Paulo, é possível chegar ao Allianz Parque em menos de 40 minutos de carro dos principais pontos da cidade de São Paulo. Confira na lista abaixo o tempo médio de percurso entre estes locais e o Allianz Parque.

Marginal Pinheiros: via Av. Sumaré – 25 min
Praça da Sé: via Elevado Pres. Artur da Costa e Silva – 18 min
Parque do Ibirapuera: via Av. Brasil – 29 min
Av. 23 de Maio: via Av. Brasil e Av. Sumaré – 25 min
Av. Paulista: via Av. Dr. Arnaldo – 21 min
Av. Santo Amaro: via Av. das Nações Unidas/Marginal Pinheiros – 28 min
Aeroporto Congonhas: via Corredor Norte-Sul – 36 min
Av. Radial Leste Oeste: via Elevado Pres. Artur da Costa e Silva – 10 min

Obs.: O tempo de chegada pode variar de acordo com o trânsito e condições das vias.

CURITIBA (PR)

Data: 2 de março de 2018 (sexta-feira)
Local: Pedreira Paulo Leminski – Parque das Pedreiras
Endereço: R. João Gava, 970 – Abranches, Curitiba – PR, 82130-010
Horário: 16h (abertura dos portões)
Capacidade: 25.000
Ingressos: de R$ 220 a R$ 880 (ver tabela completa e pontos de venda clicando aqui)
Classificação etária: Entre 5 e 15 anos de idade, acompanhados do responsável legal. A partir de 16 anos, permitida a entrada desacompanhados.

ABERTURA DOS PORTÕES: 16H
SHOW EGO KILL TALENT: 18H30M
SHOW QUEENS OF THE STONE AGE: 19H30M
SHOW FOO FIGHTERS: 21H30M

ACESSIBILIDADE

  • Haverá área para portadores de necessidades especiais devidamente sinalizadas;
  • O cliente deverá identificar-se no ato da compra como portador de deficiência;
  • Os espaços terão acessibilidade de acordo com as normas exigidas, com área para portadores de necessidades especiais e acompanhante delimitados com guarda-corpo e banheiro adaptados;
  • Uma equipe de brigadistas estará disponível para acompanhamento ao local e assistência. Caso necessário, cadeiras de roda serão disponibilizadas para traslado. Seguranças controlarão os acessos para garantir o uso adequado.

COMO CHEGAR

As linhas de ônibus em direção à Pedreira Paulo Leminski são Nilo Peçanha e Interbairros II. As ruas João Enéas de Sá, Eugenio Flor e Antônio Krainski serão bloqueadas a partir das 8h. A Rua João Gava será totalmente bloqueada assim que houver necessidade, podendo acontecer já a partir das 10h.

As linhas de ônibus que passam pelo local, bem como ponto de táxi, serão desviados para a Rua Nilo Peçanha. Portanto, está proibida a circulação de qualquer veículo na Rua João Gava até o total esvaziamento da Pedreira Paulo Leminski, salvo pessoas portadoras de necessidades especiais, que terão acesso apenas para estacionar seus veículos em locais prévios.

O Setran orientará o trânsito no local, não será permitido estacionar na Rua João Gava, a rua da Pedreira. Táxis e aplicativos de transporte não terão permissão para adentrarem as áreas de bloqueio.

Haverá saída do centro da cidade, em frente ao Shopping Curitiba e também dos hotéis centrais de Curitiba. O desembarque é no Portão 3, dentro do acesso bloqueado para o trânsito de veículos.

Saídas às 14h | 15h | 16h | 17h | 17h30 | 18h | 18h30

Importante: A compra dos tickets, queesão de ida e volta, somente poderá ser feita de forma antecipada pelo site www.pedreirabus.com.br. Não será possível comprar na hora do embarque.

Sobre o Pedreira Bus:
O que é: É um transporte em vans executivas ou ônibus de turismo com saída da região central de Curitiba.
Como funciona: O serviço te leva do centro da cidade até o Parque das Pedreiras de forma ágil e segura, pois é uma das poucas formas de você descer perto da entrada do parque. A venda dos tickets é feita somente de forma antecipada. Não há possibilidade de compra nos locais de embarque. No ato da compra você recebe o ticket com o local de embarque. Para o embarque basta apresentá-lo dentro do horário estipulado ao guia do PedreiraBus.
Como comprar: Clique em Comprar Ticket, que o site direciona para as opções.
Como usar: Apresentar o ticket de compra ou voucher de serviços para o guia PedreiraBus no local de embarque dentro do horário informado. No momento do embarque o cliente será instruído sobre os procedimentos para o retorno.

PORTO ALEGRE (RS)

Data: 04 de março de 2018 (domingo)
Local: Estádio Beira-Rio
Endereço: Av. Padre Cacique, 891 – Praia de Belas, Porto Alegre – RS, 90810-240
Horário: 16h (abertura dos portões)
Capacidade: 53.600
Ingressos: De R$ 110 a R$ 680 (ver tabela completa e pontos de venda clicando aqui)
Classificação etária: Entre 5 e 15 anos de idade, acompanhados do responsável legal. A partir de 16 anos, permitida a entrada desacompanhados.

ABERTURA DOS PORTÕES: 16H
SHOW EGO KILL TALENT: 18H
SHOW QUEENS OF THE STONE AGE: 19H
SHOW FOO FIGHTERS: 21H

ACESSIBILIDADE

  • Haverá área para portadores de necessidades especiais devidamente sinalizadas;
  • O cliente deverá identificar-se no ato da compra como portador de deficiência;
  • Os espaços terão acessibilidade de acordo com as normas exigidas, com área para portadores de necessidades especiais e acompanhante delimitados com guarda-corpo e banheiro adaptados;
  • Uma equipe de brigadistas estará disponível para acompanhamento ao local e assistência. Caso necessário, cadeiras de roda serão disponibilizadas para traslado. Seguranças controlarão os acessos para garantir o uso adequado.

COMO CHEGAR

Situado próximo à área central de Porto Alegre e erguido à beira do Rio Guaíba, na Avenida Padre Cacique, 891, o complexo do Gigante da Beira-Rio pode ser acessado por duas grandes vias: através da Avenida Edvaldo Pereira Paiva (Av. Beira-Rio), ou pela própria Avenida Padre Cacique. O sistema de transporte coletivo, operado nesta zona pelo Sistema Transportador Sul, oferece 25 linhas de ônibus (dentre elas quatro linhas rápidas) que passam pelas dependências do Sport Club Internacional.

As linhas de lotação também são uma boa opção. Confira abaixo as linhas (origem e destino sentido centro-bairro):

Ipanema (10.4): Marechal Floriano/Ter. Eng. Jorge Porto
Ipanema/Jardim Isabel (10.41): Marechal Floriano/Ter. Eng. Jorge Porto
Ipanema/Jardim do Sol (10.42): Marechal Floriano/Ter. Eng. Jorge Porto
Tristeza/Assunção (10.1): Marechal Floriano/Ter. Dr. Pereira Neto
Cristal (10.3): Marechal Floriano/Cel. Massot
Cristal/Otto Niemeyer (10.31): Marechal Floriano/Cel. Massot
Guarujá/Wenceslau Escobar (10.5): Marechal Floriano/Ter. Guarujá
Guarujá/Cavalhada (10.51): Marechal Floriano/Ter. Guarujá
Vila Nova/Praia de Belas (20.4): Circular (Terminal Enf. Ventura)

Confira as linhas de ônibus que passam pelo Beira-Rio (origem e destino no sentido centro-bairro):

Assunção (linha 188): origem – Rua Uruguai /destino – Rua João Pitta
Camaquã (173): Av. Salgado Filho/Dr. Pereira Neto
Cohab (165): Salgado Filho/Enio Rocha
Diário (180): Uruguai/Caete
Icaraí (149): Salagado Filho/Capivari
Icaraí – Alto Taquari (1491): Salgado Filho/Taquari
Jardim das Palmeiras (170): Salgado Filho/José C. Silva
Juca Batista (184): Salgado Filho/Jélio Silva
Padre Reus (187): Salgado Filho/Rua da Fé
Padre Reus – Coronel Massot (1871): Salgado Filho/Cel. Massot
Ponta Grossa (171): Salgado Filho/Retiro da Ponta Grossa
Rápida/Belém Novo (R2): Borges de Medeiros/Av. Beira-Rio (Belém Novo)
Rápida/Jardim Vila Nova (R1): Salgado Filho/Ruas Ventos do Sul
Rápida Ponta Grossa (R5): Salgado Filho/Retiro da Ponta Grossa
Rápida/Núcleo Esperança (R3): Borges de Medeiros/Rua 7109
Restinga Nova/Via Tristeza (110): Av. Loureiro da Silva/Nilo Wulff
Restinga Velha/Tristeza (111): Borges de Medeiros/Rua Tobago
Restinga Velha7Tristeza-Shopping (1111): Cecilia Meireles/Rua Tobago
Serraria (179): Salgado Filho/Rua Carijos
Serraria/Rodoviária (176) Rua Uruguai/Carijos
Serraria/Oswaldo Cruz (1792): Salgado Filho/Rua Tramandaí
Serraria/Quartel (1793): Salgado Filho/Av. Serraria
Serraria/Rodoviária/Via Mendes (1761): Rua Uruguai/Carijos

OBJETOS PROIBIDOS
  • Garrafas, latas, bebidas, utensílios de armazenagem, embalagens rígidas com tampa, capacetes, cadeiras ou bancos, armas de fogo, armas brancas, objetos pontiagudos, cortantes e/ou perfurantes, fogos de artifício, objetos de vidro;
  • Câmeras fotográficas ou filmadoras profissionais ou com lente destacável;
  • Cartazes feitos com papelão grosso e/ou fixados a madeiras, canudos rígidos, etc;
  • Animais – exceto cães guias identificados acompanhados de portadores de deficiência visual;
  • Bastão para tirar foto;
  • Substâncias inflamáveis, corrosivas;
  • Mochilas ou bolsas maiores que 20cm x 30cm.
SERVIÇOS E INFORMAÇÕES
  • Alimentos e Bebidas – Bares estarão distribuídos pelo complexo onde serão vendidos sanduíches, água, refrigerantes, cerveja etc. Serão aceitos pagamentos em dinheiro, cartões de débito e crédito. Proibida a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos;
  • Orientação para o público e controladores de acesso – Indicadores uniformizados orientarão na formação de filas, acessos, setores e portões;
  • Orientadores uniformizados ajudarão na validação e leitura de ingressos;
  • Banheiros – Serão disponibilizados banheiros (masculinos e femininos), distribuídos em diversos pontos no local do show;
  • Lei Antifumo – O fumo é proibido nas áreas cobertas de acordo com a Lei Municipal 13.254 de 19 de agosto de 2009. Para mais informações, acesse: https://www.legisweb.com.br;
  • Bebida para menores – De acordo com a lei 14.592 de 19 de outubro de 2011, não vendemos, ofertamos, entregamos ou permitimos o consumo de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos;
  • Em todo o complexo da Pedreira, estão localizados postos médicos e profissionais de enfermagem à disposição para qualquer eventualidade. Ambulâncias e UTIs móveis também estarão disponíveis para atendimento ao público;
  • Uma equipe de brigadistas e bombeiros estará à disposição para o atendimento de primeiros socorros;
  • Seguranças uniformizados (homens e mulheres) garantirão a segurança do evento.
  • Todas as saídas de emergência, postos médicos, banheiros, bares e setores estarão amplamente sinalizados.
DICAS ÚTEIS
  • Dê preferência ao transporte público. Caso opte por usar seu automóvel, programe-se;
  • Evite tumultos. Saia com pelo menos 04 horas de antecedência;
  • Verifique eventuais vias que estarão bloqueadas para o evento;
  • Escolha o transporte coletivo. Verifique o site da Prefeitura para opções e horários;
  • Não aceite extorsão de tipo algum (flanelinhas, taxistas, camelôs etc.);
  • Não compre ingressos na rua de pessoas desconhecidas;
  • Use roupas leves e hidrate-se constantemente.

Serviço via Live Nation
Texto por Stephanie Hahne