Taylor Hawkins quase entrou pro Guns N’ Roses

Em entrevista ao site Louder, Taylor Hawkins relatou um fato interessante sobre sua carreira em 1999. O Foo Fighters estava em Londres fazendo a turnê do recem-lançado álbum There is Nothing Left to Lose quando ele recebeu uma ligação da sua mãe nos Estados Unidos, dizendo que alguém da equipe do Guns N ‘Roses ligou perguntando por ele.

“Axl estava tentando reunir uma nova versão do Guns N ‘Roses, e acho que ele estava procurando por pessoas”, disse Hawkins. “Eles queriam saber se eu tentaria e entraria, ou algo assim. Era meio sobrenatural!” Taylor fez o que qualquer um faria: ligou para o seu amigo Roger Taylor em busca de conselhos, que disse: “Amigo, deixe-me contar uma história…”

Loja Foo Fighters na Amazon

A história era que, no início dos anos 70, Roger foi abordado pelo ex-cantor do Mott The Hoople, Ian Hunter, e pelo guitarrista Mick Ronson. Queen havia dado suporte ao Mott numa turnê, e a dupla queria recrutá-lo para uma banda pós-Mott. O baterista considerou a oferta. Queen ainda não havia entrado no grupo das bandas superstares, e a oferta era tentadora. Mas ele tinha muita crença na banda para abandoná-la.

“E ele disse: ‘Vejo você e Dave no palco e há algo que você não pode comprar ali. Há algo entre vocês que poderia não ter com Axl Rose.’ “E ele estava certo.”

Loja Foo Fighters na Amazon